CAROLINE RONCONI

NEWSLETTER

Receba as publicações do site!

 

COLUNA ALE CASTRO: Como congelar seus gastos em 5 passos!

COLUNA ALE CASTRO

15 de setembro de 2017

Olá meninas…

Vamos aprender hoje dicas práticas de como congelar os gastos?! Quem já passou pelo momento do consumo desenfreado sabendo que não podia gastar, sabe como é difícil congelar os gastos nessa hora. A pressão psicológica é grande e então surge o conflito interno. Pensando nisso, as dicas de hoje são super praticáveis! Vamos conhecê-las?!

1- LEVE DINHEIRO NA CARTEIRA AO INVÉS DE CARTÕES DE CRÉDITO

Um cartão de crédito na carteira é válido se você tiver muita disciplina e for extremamente madura para lidar com as tentações de consumo.  Mas, se este não é seu caso, levar dinheiro na carteira te mostra exatamente o que você pretende (ou pode) gastar.

2- RESISTA À TENTAÇÃO DE GASTAR QUANDO SABE QUE NÃO DEVE GASTAR

Aprenda a substituir o passeio no shopping por momentos de aprendizado na internet. Eu sei que dói, mas vale a pena o sacrifício mediante a meta que você quer atingir. Vale assistir vídeos sobre coach, programação neurolinguística, finanças pessoais e até vídeos que ensinam sobre versatilizar looks. E, vamos combinar, que aprendizado é um investimento certeiro!

3- ANOTE TODOS OS SEUS GASTOS

Seja no computador, num caderninho ou até no aplicativo Guia Bolso. Dá pra você tomar aquele choque de realidade e ver se o seu dinheiro está indo embora e de que forma isso está acontecendo.

4- PRATIQUE ATIVIDADES ESPORTIVAS

É cientificamente comprovado que a prática de atividades físicas nos dá prazer e, melhor ainda, nos deixam focados para nossos objetivos. Você já tem sua atividade física predileta? Eu amo fazer caminhadas, me dá um foco incrível! Então bora dar tchau pro sedentarismo já!

5- TENHA METAS CLARAS PARA O USO DO DINHEIRO

Não queira ter metas apenas por tê-las. Idealize a viagem dos sonhos, independência financeira ou um tão sonhado intercâmbio. Querer ter metas apenas por tê-las gera insatisfação e a disciplina passa a perder sentido.

 

Pensem bem sobre essas dicas, pequenas mudanças ou correções em velhos hábitos são mais que bem-vindas e merecem ser compartilhadas. Então, que tal compartilhar o texto de hoje? Aguardo vocês para a próxima postagem!

Beijos,

Ale Castro

 

 

 

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR!

COLUNA ALE CASTRO: De olho na moda e nas finanças pessoais

COLUNA ALE CASTRO

4 de agosto de 2017

Olá mulheres lindas e antenadas!

Nós que somos multitarefas e conseguimos absorver tantas informações ao longo de um dia não resistimos à vitrine de um shopping, não é mesmo? Eu confesso, também sou assim, mas hoje assumo uma serenidade para os consumos que antes não se encaixavam na minha vida. E hoje a dica que quero passar para vocês é sobre a possibilidade de estar bem vestida, com informações de moda, dentro do seu estilo e sem estourar o orçamento. Vamos a um exemplo:

Recentemente a bota branca tem sido difundida em cliques de street style por aí. Para as fashionistas de plantão a aquisição de um item assim é bem-vindo, seja qual for seu orçamento, pois elas sabem versatilizar as produções e conseguem maximizar o uso da peça. Entretanto, muitas mulheres ainda são vítimas da moda e são induzidas a uma determinada compra apenas por verem a replicação da peça por aí: na TV, celebridades e afins. Com um comportamento assim essa mulher acaba tornando-se vítima da moda, comprando apenas pela massiva divulgação e sem analisar se a peça adequa-se ao seu estilo pessoal e ao seu estilo de vida. Nessa brincadeira lá se vão parcelas no cartão de crédito e adiamento de uma reserva de emergência para uma causa maior. Portanto, se você está lendo este texto agora e se identifica com essa situação, fique atenta e anote as dicas a seguir:

  1. Quando for comprar uma peça que está na moda pense se realmente ela cabe no seu estilo de vida e com quantos looks você poderá combinar o seu alvo de compra;
  2. Regra de ouro: reflita se essa bota branca vai fazer muita falta no seu closet se você não comprá-la;
  3. Mais uma regra de ouro: conheça-se muito bem primeiramente. Você é arrojada ou clássica? Se você viu uma blogueira de moda que super explora tendências e gostou de algo, pergunte-se: será que eu seguro mesmo essa produção? Será que ficaria tão bem em mim?
  4. Aprenda a escolher peças atemporais e arrisque esporadicamente algo mais estiloso para criar uma produção com informação de moda. Quer um exemplo? Um blazer preto, uma camiseta, um bom jeans e um mocassim metalizado. Pronto! Você terá um look atemporal e estiloso ao mesmo tempo. Jeans, blazer e camiseta são peças eternas e o metalizado nos pés dará um ar mais cool ao look básico.

Com esses critérios você aprende a versatilizar melhor seus looks e gasta seu dinheiro corretamente. Porque consumir de forma consciente está na moda e saber cuidar melhor do dinheiro também! Estar na moda e falida não combina!!!!

Beijos e aguardo vocês para o próximo post!

Ale Castro

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR!

COLUNA ALE CASTRO: 5 dicas para você se livrar das dívidas!

COLUNA ALE CASTRO

21 de julho de 2017

Olá meninas! Como passaram a semana?

Hoje vamos falar de um assunto superimportante: as dívidas!! As dívidas as quais me refiro não são conta de água ou luz, mas sim as que contraímos por falta de planejamento: um empréstimo no banco sem necessidade, o uso indevido do limite especial na conta bancária, o efeito bola de neve no cartão de crédito e etc…são fatos que acontecem, mas que podem ser evitados. Se você entra em uma dívida dessas, pode ir longe….e quando se dá conta está mais enrolada do que imagina.

Então, seguem 5 dicas para você evitar entrar nas dívidas e, se entrar, como sair delas:

1. Planejamento financeiro sempre: se você mantém a sua reserva de emergência não precisa pedir empréstimo ao banco e nem usar o limite especial da conta; ou seja, você tem o seu dinheiro guardado para ser usado quando e como quiser. Coisa boa isso não é?!

2. Se você já tem algumas dívidas acumuladas verifique qual delas é a mais cara e tente renegociá-la, e poupe um valor por mês para que o valor das parcelas caibam em seu bolso;

3. Se você tem um cartão já prejudicado pelo efeito bola de neve tente renegociá-lo imediatamente. Isso porque dívidas no cartão de crédito são compostas por juros abusivos, que só se multiplicam para te prejudicar;

4. A sua fatura do cartão de crédito chegou e você viu que gastou mais que seu orçamento permitia? Pague o VALOR TOTAL DA FATURA ao invés do MÍNIMO, mesmo que você tenha que sacrificar sua RESERVA DE EMERGÊNCIA.  Isso é o correto a ser feito, porque os juros da sua reserva de emergência não alcançam nunca os juros praticados pelas operadoras de cartões de crédito;

5. Use e abuse da faxina financeira para equilibrar seus gastos e conseguir poupar dinheiro para aos poucos livrar-se dessas temíveis dívidas;

 

Entenderam como funciona a dinâmica? O planejamento financeiro é fundamental do início ao fim da história. Você não entra em dívidas pesadas e se entra consegue sair delas com classe! Gostaram das dicas? Compartilhem já e aguardem o próximo post!

Beijos

Ale Castro

 

 

 

 

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR!

JÁ PRO CLOSET!

Bota de veludo

Dries Van Noten

US$ 593

Óculos de sol

Miu Miu

R$ 1869,00

Loafer

Gucci

R$ 2.895,00

Perfume Beige - Extrato

Chanel

R$ 1.405,00

Bolsa Dragon

Gucci

R$ 9.060,00

Bota Wonderland

Louis Vuitton

R$ 5.200,00

INSTAGRAM: @caroline.ronconi