CAROLINE RONCONI

NEWSLETTER

Receba as publicações do site!

 

COLUNA ALE CASTRO: 5 dicas para você se livrar das dívidas!

COLUNA ALE CASTRO

21 de julho de 2017

Olá meninas! Como passaram a semana?

Hoje vamos falar de um assunto superimportante: as dívidas!! As dívidas as quais me refiro não são conta de água ou luz, mas sim as que contraímos por falta de planejamento: um empréstimo no banco sem necessidade, o uso indevido do limite especial na conta bancária, o efeito bola de neve no cartão de crédito e etc…são fatos que acontecem, mas que podem ser evitados. Se você entra em uma dívida dessas, pode ir longe….e quando se dá conta está mais enrolada do que imagina.

Então, seguem 5 dicas para você evitar entrar nas dívidas e, se entrar, como sair delas:

1. Planejamento financeiro sempre: se você mantém a sua reserva de emergência não precisa pedir empréstimo ao banco e nem usar o limite especial da conta; ou seja, você tem o seu dinheiro guardado para ser usado quando e como quiser. Coisa boa isso não é?!

2. Se você já tem algumas dívidas acumuladas verifique qual delas é a mais cara e tente renegociá-la, e poupe um valor por mês para que o valor das parcelas caibam em seu bolso;

3. Se você tem um cartão já prejudicado pelo efeito bola de neve tente renegociá-lo imediatamente. Isso porque dívidas no cartão de crédito são compostas por juros abusivos, que só se multiplicam para te prejudicar;

4. A sua fatura do cartão de crédito chegou e você viu que gastou mais que seu orçamento permitia? Pague o VALOR TOTAL DA FATURA ao invés do MÍNIMO, mesmo que você tenha que sacrificar sua RESERVA DE EMERGÊNCIA.  Isso é o correto a ser feito, porque os juros da sua reserva de emergência não alcançam nunca os juros praticados pelas operadoras de cartões de crédito;

5. Use e abuse da faxina financeira para equilibrar seus gastos e conseguir poupar dinheiro para aos poucos livrar-se dessas temíveis dívidas;

 

Entenderam como funciona a dinâmica? O planejamento financeiro é fundamental do início ao fim da história. Você não entra em dívidas pesadas e se entra consegue sair delas com classe! Gostaram das dicas? Compartilhem já e aguardem o próximo post!

Beijos

Ale Castro

 

 

 

 

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR!

COLUNA ALE CASTRO: Qual valor você dá para os seus sonhos?

COLUNA ALE CASTRO

14 de julho de 2017

O que vale mais a pena para você: conquistar aquela bolsa badalada que todas as suas amigas estão usando ou fazer uma viagem incrível e se encher de cultura e experiências? Por experiência própria digo que não existe dinheiro mais bem gasto do que uma viagem. Ou então, reservar um dinheiro para daqui alguns anos aproveitar o melhor da vida com sua família? Pois é, agora fiz você pensar não é? O objetivo é esse mesmo!

Todos nós temos sonhos de curto, médio e longo prazo. E são esses sonhos que nos motivam a viver, a correr atrás deles e darmos o nosso melhor para realizá-los. O dinheiro é um facilitador para a realização dos seus sonhos e não deve ser algo que tire o sono. Você já parou para colocar no papel o que quer para si, para hoje e para daqui alguns anos? Então faça isso! Pratique esse exercício e torne isto um hábito! Escreva suas metas no papel, visualize-as todos os dias e mãos à obra! Quando você faz a visualização a vontade fica mais forte e assim você começa a buscar meios para concretizá-las!

A questão do sobrar dinheiro para realizar as metas deve começar desde já. Você não deve esperar somente para quando estiver ganhando determinado valor de salário para pensar em administrar melhor o que tem. Se você agir assim, vai demorar mais ainda para alcançar o que quer. Poupar para realizar o que se sonha deve começar antecipadamente, e assim o tempo será o seu maior aliado. E aliada ao tempo, deve estar sua disciplina em resistir ao consumismo presente para realizar o sonho futuro.

E então prontas para listar suas metas? Pensem muito no que querem realmente, o que faz seus olhos brilharem e a mente viajar longe! Encontro vocês na próxima semana!

Beijos

Ale Castro

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR!

COLUNA ALE CASTRO: Como evitar o efeito bola de neve no cartão de crédito?

COLUNA ALE CASTRO

7 de julho de 2017

Vamos começar o texto dessa sexta?!

Que mulher resiste à tentação do cartão de crédito? Ah, vamos ao shopping comprar umas coisas que estou precisando? E lá vamos nós com o grupo de amigas para uma tarde de compras básicas. Pronto, o grupo de amigas está prestes a entrar ou não na armadilha. É uma questão de decisão e não agir por impulso. Uma comprinha parcelada na primeira loja: R$ 100,00 parcelados em 3x. Ah, mas essa blusa e essa calça ficaram tão perfeitas em mim. Mais uma parcelinha dá pra pagar né!!!! Estou precisando desse agradinho, afinal eu mereço!

Alguns dias se passaram e mais alguns gastos foram acrescidos à fatura do cartão. E chegou dia 20, dia do vencimento! A partir daí começa o aprendizado que passo hoje para vocês: será que o dinheiro será suficiente para pagar essa tarde toda de compras no shopping?

Muitas pessoas passam por esse impulso de satisfazer o momento presente, mas na hora em que chega a fatura…ai que dor! E a dor de cabeça só aumenta, porque não dispondo do dinheiro para pagamento total muitas pessoas pagam o mínimo ou o parcial, gerando o efeito bola de neve e a multiplicação de juros de uma forma que só prejudica a saúde financeira.

AS MAIORES E MELHORES DICAS: USE-AS COMO MANTRAS!

1. Jamais compre por impulso;

2. Evite parcelar toda e qualquer compra com o cartão de crédito;

3. Se necessário pense mil vezes sobre a necessidade da compra. Será que preciso mesmo?

4. Não deixe de criar suas metas para realizar seus sonhos, assim você não desvia dinheiro desnecessariamente para um prazer momentâneo;

5. Tente criar seu próprio orçamento. Por exemplo: esse mês posso gastar X e nada mais que isso;

6. Disponha o uso do cartão de crédito para algo que realmente necessite o parcelamento: uma TV, uma geladeira….itens com valor mais alto;

7. Nada de pagar os cafezinhos por aí com cartão de crédito. Quando chegar a fatura e você ver o total, não adianta reclamar depois!;

8. Experimente adotar o hábito de deixar o cartão em casa, assim você se previne de futuros desastres financeiros;

9. O cartão de crédito representa a praticidade para efetuar pagamentos e no momento da compra a sensação que temos é que realmente o item está pago. Só que não!!!;

10. Tente trabalhar suas emoções. Finanças e emoções não devem caminhar juntas. Não caia no azar de comprar algo caro só porque está passando por um término de relacionamento;

11. Pratique esportes. Os esportes ativam neurotransmissores que dão a sensação de prazer, te livrando da tentação das compras por impulso. Além de garantir qualidade de vida, de quebra você ainda ganha aquele corpitcho!

Usando corretamente o cartão de crédito você aproveita mais a vida, tem uma saúde financeira mais estável e sobra mais dinheiro para realizar seus sonhos. E o melhor de tudo, fica em paz consigo mesma sem ter que traçar estratégias e raciocínios para descobrir como pagar a temida fatura. Então, já aprenderam a lição de hoje, certo? Zero impulsividade!!!

Beijos e até o próximo post girls!

Ale Castro

 

 

 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR!

JÁ PRO CLOSET!

Bota de veludo

Dries Van Noten

US$ 593

Óculos de sol

Miu Miu

R$ 1869,00

Loafer

Gucci

R$ 2.895,00

Perfume Beige - Extrato

Chanel

R$ 1.405,00

Bolsa Dragon

Gucci

R$ 9.060,00

Bota Wonderland

Louis Vuitton

R$ 5.200,00

INSTAGRAM: @caroline.ronconi